Richter Gruppe Empreendimentos & Participações

Junte-se a nós e invista em empreendimentos inteligentes.

O que é construção enxuta? Aprenda com a gente!

Paulo Cesar Richter

Publicado por: Paulo Cesar Richter

28 fevereiro, 2018

A construção civil é um dos setores que apresenta alguns gargalos no seu processo quando o assunto é poluição, uso de recursos, controle de qualidade, segurança no trabalho e confiabilidade em prazos.

Várias razões podem ser usadas para explicar isso, como o trabalho no local, a singularidade dos projetos, a especificidade da localização e o grande número de pessoas e de áreas envolvidas.

A solução pode estar do modelo de construção enxuta — a qualidade com o gerenciamento da obra e cujas principais responsabilidades são o planejamento, o monitoramento e o controle de projetos.

O desenvolvimento de novas ferramentas para dar suporte à gestão e à eficiência dos processos é, portanto, uma atividade fundamental para o desenvolvimento da indústria da construção.

Neste post, vamos explicar o que é construção enxuta, quais são seus objetivos e seus princípios básicos e como esse tipo de construção está relacionado com o desenvolvimento tecnológico. Boa leitura!

O que é construção enxuta?

A construção enxuta é a análise do sistema de produção com foco no fluxo de produção em vez da otimização parcial de apenas alguns dos seus aspectos. Ela está enraizada na indústria automotiva japonesa, sobretudo na Toyota, que adotou um sistema de produção sem perdas (lean production ou lean manufacturing) no final dos anos 1980.

Essa filosofia de produção busca eliminar perdas produtivas, isto é, tudo o que não agrega valor ao produto, mas que consome tempo e recursos. Exemplos disso são as esperas, os defeitos, os movimentos desnecessários de materiais e de trabalhadores no local de construção.

A atenção está voltada para o sistema de produção na sua totalidade, deixando de lado o foco estrito na produção por especialidade que enfatiza a produtividade do trabalhador ou a produção em massa.

O sistema lean construction (construção enxuta) adapta os critérios criados por Taiichi Ohno para os sistemas de produção automotiva e persegue esse padrão de perfeição com afinco. A gestão de um projeto de construção sob a filosofia lean tem como objetivos:

  • ter um conjunto de finalidades claras para o desenvolvimento do projeto, compreendendo os anseios do cliente;
  • concentrar-se na maximização do desempenho para o cliente no nível do projeto;
  • projetar simultaneamente tanto o produto quanto o processo;
  • aplicar controles de produção ao longo do ciclo de vida do projeto.

Além disso, o modelo de construção enxuta é bastante empregado em smart cities, pois está atento à sustentabilidade e à preservação do meio ambiente.

Quais são os princípios básicos da construção enxuta?

As ferramentas de gerenciamento convencional também abordam as perdas produtivas da construção e se concentram em problemas como a qualidade do trabalho, a confiabilidade nos prazos e o aproveitamento de recursos.

Contudo, apresentam uma perspectiva desatualizada da produção, que não consegue compreendê-la como um fluxo de processos.

No sistema de construção enxuta, esse fluxo recebe matérias-primas e, por meio de uma série de processos de transformação, resulta em produtos que devem satisfazer as necessidades e as exigências de seus clientes, conhecida como cadeia de valor.

Mas imediatamente surge a dúvida: “que tipo de produção é a construção?”. A construção é essencialmente design e montagem ou montagem de objetos fixos em determinado local e, consequentemente, tem as características de produção local.

Ela é constituída por produtos únicos (edifícios ou projetos de construção) e equipes de trabalho temporárias e multidisciplinares.

Para conseguir satisfazer plenamente aos clientes e entregar produtos únicos com qualidade otimizada, a construção enxuta adota os seguintes princípios básicos:

  • diminuir a quantidade de atividades que não conseguem agregar valor ao produto final;
  • identificar as necessidades do cliente para aumentar o valor do produto;
  • padronizar os procedimentos a fim de reduzir a variabilidade;
  • diminuir o número de passos e operações a fim de simplificar os resultados;
  • gerar valor ao aumentar a flexibilidade na criação do produto;
  • reduzir o tempo gasto em transporte, espera, processamento e inspeção que compõem o ciclo da obra;
  • identificar erros de execução para aumentar a transparência de todos os processos.

Um fator responsável por aumentar os custos de uma obra convencional é o desperdício de materiais. Na construção enxuta isso não ocorre, pois ela trabalha com armazenamento adequado, uso correto das matérias-primas e, além disso, possui um planejamento bastante eficiente.

trabalhando com ferros operario

Que relação há entre tecnologia e construção enxuta?

Em termos práticos, a maneira de transformar a construção em um processo enxuto significa, primeiramente, incorporar na construção o aprendizado de décadas adquirido na indústria de manufatura moderna. Dessa forma, minimiza as peculiaridades próprias da construção e aproveita as técnicas enxutas desenvolvidas na indústria de manufatura.

Em 2º lugar, envolve o desenvolvimento de técnicas enxutas adequadas ao dinamismo da construção, para as peculiaridades que não poderiam ser padronizadas tal como ocorre em uma fábrica. É preciso fazer uma análise contextualizada para atingir esse objetivo. Assim, cada construção se torna um produto único e personalizado.

A ausência de tecnologia é uma das principais causas de desperdício na construção civil. Nas construções convencionais, essa realidade pode ser percebida, por exemplo, no uso de maquinarias antigas ou que não têm capacidade produtiva que atenda às especificidades da obra.

Sem esses recursos básicos, as construções tomam mais tempo para executar determinadas tarefas, o que provoca grandes prejuízos. Além disso, costumam empregar mais mão de obra do que o necessário.

Para resolver essas questões, a construção enxuta age de outra maneira. Há muitos softwares de integração de tarefas, e a construção enxuta lança mão deles para obter resultados mais rápidos e menos dispendiosos.

Eles integram tarefas no canteiro de obra e permitem o gerenciamento simultâneo por meio de várias plataformas como celulares, tablets, laptops e computadores de mesa.

Investir em máquinas dimensionadas especificamente para os projetos também é uma constante no modelo de construção em questão e faz parte do desenvolvimento tecnológico. Dessa forma, com a rapidez dos processos, produz um impacto positivo no resultado final.

Por fim, o modelo de construção enxuta procura enxergar todo o processo de execução de uma obra pela ótica do cliente. Desse modo, está capacitado para entregar um produto satisfatório a um custo-benefício mais interessante para quem investe nesse modelo de construção. E a empresa só tem a ganhar com tais procedimentos, que são bastante econômicos.

Para saber mais a respeito da construção enxuta e de outros assuntos, assine a nossa newsletter e se mantenha informado sobre tudo o que há de mais moderno e sustentável no ramo da construção civil!

Fale com a gente

+55 51 98585-0651

+55 51 98585-0651 falecom@richtergruppe.com.br
Av. Benjamin Constant, 1126 - sala 1002
Prédio Profissional Hickmann - Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-104
Fale com a gente

+55 51 98585-0651

+55 51 98585-0651
falecom@richtergruppe.com.br
Av. Benjamin Constant, 1126 - sala 1002
Prédio Profissional Hickmann - Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-104
Facebook Instagram Pinterest Vimeo Google+
Abrir Chat
Close

Dúvidas? Entre em contato