Richter Gruppe Empreendimentos & Participações

Junte-se a nós e invista em empreendimentos inteligentes.

5 tendências que a pandemia está moldando no mercado imobiliário

Richter Gruppe

Publicado por: Richter Gruppe

21 junho, 2021

Quais as cinco tendências que a pandemia está moldando.

Se existe um assunto que nos motiva a falar é o mercado imobiliário. Um setor que impacta diretamente a vida das pessoas tanto socialmente quanto economicamente. Contudo, neste momento de pandemia em que estamos vivendo, percebemos que o setor teve que lidar com novas demandas e repensar o segmento como um todo, tanto na questão de investimentos quanto na de projetos.

Um dos temas que mais vem sendo discutido por pessoas de vários setores é como será a vida pós-pandemia. Estar atento a essa nova forma de viver e consumir faz muito sentido uma vez que os projetos e os negócios estejam preparados para essa nova realidade.

Algumas tendências já vinham sendo sentidas e experimentadas no mundo, contudo com a pandemia isso ficou mais claro e evidente e inclusive acelerou esse movimento. 

Elencamos cinco tendências que a pandemia está moldando no mercado imobiliário. 

1.Valorização dos espaços públicos 

O que se vê muito são pessoas buscando espaços públicos para pegar sol, brincar com seu pet, levar seu filho para andar de bike, brincar, fazer atividade física e manter contato com a natureza. Essa situação se acentua ainda mais para quem vive em grandes cidades e condomínios verticais. 

Com isso, poder estar em espaços públicos que atendam às necessidades do cidadão de uma forma mais inclusiva, desde a sua preservação, limpeza, brinquedos para as crianças, espaços abertos com gramado, ciclovias, árvores com sombra, são cada vez mais importantes para a saúde física e emocional das pessoas.

Esses espaços passam a fazer parte da vida delas e constroem memórias afetivas. Negócios e moradias que puderem estar ao lado de espaços públicos com este perfil serão mais valorizados, pois terão uma adesão maior. Dessa forma, as marcas poderão estar cada vez mais próximas das pessoas e construir um relacionamento duradouro e fidelizado. Com certeza essa é uma tendência pós-pandemia.

2. Projetos residenciais que contemplem espaços para home office 

Com a pandemia, diversas empresas tiveram que trabalhar em home office. Profissionais de vários setores passaram a se adaptar a essa nova realidade e, com isso, questionar os espaços de suas moradias.

Por outro lado, empreendedores passaram a ser perguntar se a volta às torres corporativas seria necessária. Diante dessa realidade, moradias que tenham espaços que dispõem de um ambiente adequado para home-office serão mais disputados e valorizados.

3. Empreendimentos de uso misto, contemplando comércio, serviço, moradia e lazer

Empreendimentos urbanos planejados que visam o meio ambiente e o cidadão como partes integrantes do sistema conseguem criar um ambiente mais equilibrado para a qualidade de vida urbana e se tornam um ativo importante para a cidade e seus moradores.

Trata-se de projetos de integração entre elementos naturais e construídos, permitindo que as pessoas se reúnam e aproveitem esses novos lugares. Uma coexistência entre moradia, comércio, serviços e lazer diminuindo as distâncias, contribuindo com a mobilidade urbana e acessibilidades. Mais uma tendência nessa era pós-pandemia. 

Outro fator relevante desses empreendimentos é o fortalecimento da comunidade local: pessoas consomem produtos e serviços daquela zona, fomentam eventos culturais, criam uma identidade própria e com isso há uma consequente valorização do lugar.

4. Centros de logística fazem parte das tendências pós-pandemia

Estamos vivendo em uma era onde o online ganha cada dia mais força e adeptos, falando especificamente de usuários. Se tratando de negócios, a pandemia fez com que muitos empresários passassem a vender no meio digital para manter a competitividade nas vendas.

Com esse cenário, os pontos de venda em centros da cidade passam a ser questionados. Como resultado, os aluguéis vem sofrendo quedas significativas tanto no valor, quanto na taxa de ocupação.

Com isso, centros de logísticas vêm se tornando modelos atrativos, uma vez que se pode facilitar o depósito de estoque, compartilhar despesas de segurança e limpeza e facilitar o envio da mercadoria, permitindo que esses negócios se reestruturem e voltem a crescer com mais velocidade. 

5. Open malls 

Não poderíamos deixar de falar dos open malls, num momento em que os shoppings no mundo todo vêm sofrendo por conta da evolução dos e-commerces e da diminuição da frequência dos consumidores em ambientes fechados. 

Com isso os open malls ou shoppings a céu aberto ganham mais espaço, pois eles permitem ao consumidor uma experiência diferente, uma vez que eles podem consumir ao ar livre, passear livremente e tornar aquele momento um lazer além de consumir. Essa é uma tendência que já estava presente antes da pandemia. 

Com essa experiência positiva, é criada uma conexão com o local e os negócios que ali estão instalados, que estão à disposição de seus clientes. 

Com esse panorama, podemos perceber que o mercado imobiliário tem grande impacto na vida das pessoas, ainda mais neste momento em que vivemos. Se elas podem viver e trabalhar com mais conforto, a sua qualidade de vida aumenta e, assim, contribuímos para uma vida urbana com mais qualidade e significado. E para você, quais as principais tendências no mercado imobiliário durante a pandemia? 

Fale com a gente

+55 51 98585-0651

+55 51 98585-0651 falecom@richtergruppe.com.br
Rua Alberto Torres, 517 - sala 601
Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-188
Fale com a gente

+55 51 98585-0651

+55 51 98585-0651
falecom@richtergruppe.com.br
Rua Alberto Torres, 517 - sala 601
Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-188
Facebook Instagram Pinterest Vimeo Google+
Abrir Chat
Close

Dúvidas? Entre em contato