Richter Gruppe Empreendimentos & Participações

Junte-se a nós e invista em empreendimentos inteligentes.

Como transformar uma cidade em smart city?

Josi Birckheuer Richter

Publicado por: Josi Birckheuer Richter

4 junho, 2018

Para Boyd Cohenm, pesquisador americano e Ph.D em urbanismo, as smart cities são espaços urbanos capazes de promover o desenvolvimento econômico e aumentar a qualidade de vida das pessoas. Diante disso, é possível perceber que os municípios inteligentes têm muito a oferecer para a sociedade. Mas, como transformar uma cidade em smart city?

Tanto a população como os gestores precisam ter consciência de que as cidades são formadas por pessoas, que levam para os espaços o reflexo de sua cultura e valores. Para transformar uma área urbana não basta apenas usar a tecnologia e os melhores conceitos de arquitetura, é fundamental mudar a forma como as pessoas entendem o uso dos espaços publicos.

Quer compreender como é possível mudar a realidade? Acompanhe!

O que caracteriza uma smart city?

As smart cities se baseiam na união de esforços do setor público, privado e da sociedade civil para a criação de uma infraestrutura urbana planejada. Por isso, preveem a organização do trânsito, áreas de lazer, sistemas de saúde, preservação do meio ambiente, emprego de tencologia e a participação efetiva da comunidade para as tomadas de decisões.

A ideia já começou a ganhar força em outros países. Na União Europeia, por exemplo, foi lançado um programa em 2007 para incentivar 70 cidades de médio porte a desenvolverem ações de planejamento urbano. A intenção era incentivar a adequação dos municípios para as necessidades da sociedade de hoje.

Exemplos de cidades inteligentes

Dois países adotaram esse conceito de smart city na criação de novas cidades. É o caso de Masdar, em Dubai, e Songdo, na Coreia do Sul. A primeira foi planejada para acomodar até 40 mil habitantes. Para que o conceito funcione, só serão aceitos carros elétricos e as ruas serão resfriadas com torres eólicas. Também haverá um monitoramento sobre o consumo de energia nas residências.

A ideia é que Masdar utilize energia fotovoltaica, por meio de painéis solares. O gás natural também será utilizado para fazer o isolamento térmico de algumas residências. O município tem um grande corredor de vento que permitirá a captação de energia eólica. Essas ações conjuntas permitem reduzir a poluição do meio ambiente com o aproveitamento de recursos renováveis.

A cidade sul-coreana foi desenvolvido em uma ilha com capacidade para 250 mil habitantes. As construções favorecem o uso da luz natural, com uso de vidros para captação de energia solar. Os carros têm etiquetas para monitorar o tráfego por radiofrequência e foram instaladas placas nas vias para controlar os veículos. Há ainda internet em toda a cidade para facilitar o contato com comércios e escolas.

Você talvez esteja pensando “é mais fácil criar um espaço inteligente, mas como transformar uma cidade em smart city”? É sobre isso que trataremos a seguir!

Como transformar uma cidade em smart city?

Para uma cidade ser considerada inteligente ela precisa apresentar soluções para a população. Gestores, empreendedores e a sociedade devem se questionar: onde e como as pessoas escolherão viver?

É fundamental aliar aspectos relacionados à melhoria da governança, da infraestrutura e do planejamento urbano, pois tudo isso se reflete no capital humano e social. A smart city é uma combinação de visão, comunidade, tecnologias, inovações sociais, espaços públicos, mobilidade urbana e dados.

Por isso, o primeiro passo para criar uma cidade inteligente é promover uma mudança no comportamento das pessoas. Cuidar dos moradores e do meio ambiente é um fator relevante para a obtenção de uma área mais viva, humana, segura, sustentável e saudável para todos.

Também é importante que cidadãos e o próprio governo assumam novos papéis para que possam unir forças para identificar os problemas da cidade. A combinação de diversas fontes de informação permite um conhecimento real sobre os desafios com sustentabilidade, mobilidade, saúde e segurança. Os três principais pilares para descobrir o que precisa ser mudado são:

  1. Conhecer a cidade, seus pontos fortes e fracos.
  2. Saber aonde se quer chegar.
  3. Fazer alianças para proporcionar o desenvolvimento sustentável.

Ao criar um ecossistema de parceria entre os setores público e privado, a sociedade pode trabalhar na cocriação de soluções inteligentes. A mudança no ecossistema permitirá o desenvolvimento do capital humano e social, além da criação de iniciativas para valorizar o presente e o futuro.

Toten Urban Center Conventos Lajeado Richter Gruppe

Benefícios das smart cities

As inovações sociais são cruciais para gerar soluções sustentáveis, pois as cidades inteligentes impactam diversos setores:

  • mobilidade urbana;
  • segurança;
  • energia;
  • água;
  • lixo;
  • saúde;
  • qualidade de vida;
  • prédios inteligentes;
  • turismo e lazer;
  • novos negócios;
  • atração de investimentos;
  • iniciativas para o futuro.

Sendo assim, é possível transformar as grandes cidades em centros urbanos inteligentes. Basta priorizar as pessoas e o convívio de qualidade nos espaços. Veja os benefícios dessas ações no próximo tópico!

Letreiro Urban Center Conventos Richter Gruppe lajeado

Quais são os benefícios de um Urban Center?

O Urban Center é um empreendimento inteligente que tem, como prioridade, promover soluções urbanas para atender as pessoas. Com isso, as cidades ganham know how para promover melhorias em espaços maiores. Esse modelo de construção também é uma oportunidade de fazer a diferença nos municípios e ganhar visibilidade, já que o Urban Center é uma marca consolidada.

Sua forma orgânica de inclusão possibilita um ecossistema de comunidade, em que os moradores gostam de estar. Por isso, eles são mais engajados e mantêm o espaço vivo e organizado. Consequentemente, isso impacta todo o estilo de vida de um bairro.

Essa é uma forma de descentralizar grandes centros. Para isso, os cidadãos devem encontrar tudo que precisam em uma mesma região como: escolas, hospitais, lojas, supermercados e áreas de lazer. Dessa forma, o lugar também tem mais mobilidade, uma vez que os moradores podem se deslocar facilmente e, muitas vezes, a pé entre um comércio e outro.

Outro fator importante do espaço é a geração de oportunidade de negócios tanto para investidores quanto para empreendedores que visam expandir seus empreendimentos. O Urban Center é um modelo de projeto escalável, pois qualquer cidade pode decidir implantá-lo.

Basta haver a união entre a sociedade, empresários e governos para buscar soluções que promovam o desenvolvimento da região e melhorem a qualidade de vida das pessoas. O Urban Center pode oferecer muitos benefícios para todos:

  • mobilidade urbana;
  • atratividade de negócios e investimentos;
  • ecossistema público e privado;
  • engajamento e inclusão social;
  • visibilidade;
  • sustentabilidade.

Agora você já sabe como empreendimentos inteligentes podem transformar uma cidade em smart city! Afinal, ela proporciona mais qualidade de vida aos moradores e se transforma em uma excelente oportunidade de atrair investimentos!

Quer fazer parte de um projeto inovador e sustentável como esse? Entre em contato com nossa equipe e conheça o nosso trabalho!

Fale com a gente

+55 51 98585-0651

+55 51 98585-0651 falecom@richtergruppe.com.br
Av. Benjamin Constant, 1126 - sala 1002
Prédio Profissional Hickmann - Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-104
Fale com a gente

+55 51 98585-0651

+55 51 98585-0651
falecom@richtergruppe.com.br
Av. Benjamin Constant, 1126 - sala 1002
Prédio Profissional Hickmann - Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-104
Facebook Instagram Pinterest Vimeo Google+
Abrir Chat
Close

Dúvidas? Entre em contato