Richter Gruppe Empreendimentos & Participações

Junte-se a nós e invista em empreendimentos inteligentes.

Água um desafio para a humanidade

Josi Birckheuer Richter

Publicado por: Josi Birckheuer Richter

11 novembro, 2016

A água é um desafio diário para todos nós. E, um dever, é criar novos lugares, transformar espaços e desenvolver projetos habitáveis e públicos gerando o menor impacto possível para a natureza, onde que o homem e o  meio ambiente possam viver em equilíbrio.

A água é um bem vital que todos os dias esta presente em nossas vidas e que a cada dia está mais escassa.

  • Estudos apontam que ¾ do planeta sejam cobertos por água, mas só 1% esta disponível para consumo.
  • 12% da água doce do mundo esta no Brasil
  • 37% da água tratada são desperdiçadas
  • Mais de 1/3 das grandes cidades captam água das florestas. Estas florestas  são verdadeiras fabricas de água.

pure-water-248452

Mas, esta  água tão essencial também destrói.

No mundo em que 748 milhões de pessoas 10% da humanidade não têm acesso seguro a água potável, mudanças climáticas devem tornar mais frequentes desastres naturais e podem elevar o nível dos oceanos a patamares diluvianos. Planejadores buscam formas de tornar as cidades mais resilientes a secas e enchentes, ao mesmo tempo em que reaprendem a lidar com os recursos hídricos.

No Brasil, vamos sentir os impactos da mudança do clima pela água, seja pelo excesso, seja pela falta – afirma a urbanista Marussia Whately, ambientalista e uma das lideranças do Aliança pela Água, coalizão de 30 ONGs, que busca apresentar propostas e cobrar soluções para a crise hídrica em São Paulo.

Navegando para 2050, encalhamos no presente. O Brasil tem 12% da água doce do mundo, mas tem de aprender a gerir seu uso.

Nossa chuva anual é o dobro do que chove na Europa. Seria deboche dizer que falta água. O que temos é desperdício de qualidade e de quantidade – afirma o diretor do Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS, André Luiz Lopes da Silveira.

torneira-agua-falta-de-agua-sabesp-1442879279476_850x522

O lado bom de momentos como o que enfrenta São Paulo, dizem os pesquisadores, são as lições de uso racional que se é obrigado a tirar. Marussia acredita que a saída para a crise hídrica passa, obrigatoriamente, pela construção de uma nova cultura de uso da água, que desperdice menos e cuide e reaproveite mais. Na história da humanidade, a forma como civilizações lidaram com a água foram determinantes para seu sucesso ou fracasso. Há autores que falam do século 20 como o século dourado da água, construímos grandes barragens e hidrelétricas, começamos a captar água de lençóis super profundos. O século 21 aponta para a escassez. O desafio vai ser usar bem, com menos disponível. Alguns lugares estão fazendo isso de forma exemplar e inspiradora afirma à urbanista.

Abaixo boas praticas que podem ser adotadas e que geram um impacto muito positivo na natureza.

  • Construções inteligentes e sustentáveis
  • Cidades planejadas
  • Reflorestamento
  • Reutilização da água da chuva (imprópria para consumo humano)
  • Utilização de materiais e papeis reciclados
  • Descarte correto para lixo eletrônico
  • Separação do lixo
  • Torneiras fechadas

Acreditamos que as empresas privadas juntamente com o poder público podem fazer a diferença, assim como qualquer cidadão do mundo no seu dia a dia.

 

Fonte: OMS / BBC / Caderno Rumo Zero Hora / Projeto Água Limpa / Conservation ORG

Fale com a gente
+55 51 98585-0651 +55 51 98585-0651 falecom@richtergruppe.com.br
Rua Alberto Torres, 517 - sala 601
Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-188
Fale com a gente
falecom@richtergruppe.com.br
Rua Alberto Torres, 517 - sala 601
Centro - Lajeado/RS
CEP 95.900-188
Facebook Instagram Pinterest Vimeo Google+
Abrir Chat
Close

Dúvidas? Entre em contato